Pular para o conteúdo

dia 3

janeiro 28, 2011

28 JAN | sexta-feira


11h-13h | Auditório: Desfiles Incríveis



Lino Villaventura – primavera/verão 2009

+

 


Ronaldo Fraga – Objeto não identificado e Pina Bausch – outono/inverno 2010

Comentários: Veronica Stigger (escritora e crítica de arte) e Fanny Feigenson (pesquisadora de desing e moda)

Mediação: Patricia Sant’Anna (pesquisadora de moda)

 

 

14h-17h | Auditório: Oficina Transitiva – Sentidos paralelos

Geraldo Lima (designer e pesquisador)

A oficina propõe que visão e tato trabalhem simultaneamente na construção de estamparia em relevo, sobre papel ou tecido, com o uso de técnicas como colagem, bordado e pintura, sobre materiais diversos.

 

 

14h-17h | Ateliê: Oficina Transitiva – Impossível possível: conexões sonoras


Daina Leyton (Coordenadora do Setor de Acessibilidade do MAM-SP) e Leonardo Castilho (Educador e Produtor Cultural do MAM-SP)

Explorando os aspectos visuais e sensoriais, o corpo vibra, fala e se comunica. A oficina propõe uma reflexão sobre diversas conexões e linguagens artísticas que transcendem o senso comum e conectam os cinco sentidos. Para diferentes sons, os participantes produzirão imagens em fotografia ou vídeo.

 

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

 

 

DAINA LEYTON é coordenadora do Setor de Acessibilidade do MAM-SP que cuida que o museu seja um espaço sem barreiras, sejam elas físicas, sensoriais ou intelectuais. Com um amplo trabalho que conecta diferentes linguagens artísticas, realiza programas para o público diverso que trabalham as diferenças como potencialidades. Idealizou e coordenou programas como o “Projeto Irradiando”, “Projeto Divercidade” “Semana Cultural Sinais na Arte” e co-idealizadora e realizadora dos eventos “I Encontro de Acessibilidade em Museus”   “Copa da Inclusão” e “Movimento Luzcidade”. É DJ Residente da Balada Vibração.

FANNY FEIGENSON GRINFELD é graduada em Comunicação e Artes pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1974), mestrado em Comunicação e Artes pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1996) sob orientação de Teixeira Coelho e doutorado em Poéticas Visuais pela Universidade de São Paulo (2003), sob orientação de Carlos Fajardo. Atualmente é professora e pesquisadora, no curso de Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Desenvolve trabalhos de Arte nas áreas Moda, Design, Instalações e Intervenções Públicas.

GERALDO LIMA é designer e pesquisador. Graduado em Desenho Industrial pela UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais.  Designer de moda e figurino, com especialização em Moda, Arte e Cultura e Mestre em Design, com a pesquisa das relações entre os deficientes visuais e a moda, pela Universidade Anhembi Morumbi, onde também é professor do curso de Design de Moda. Proprietário da CASA3 – Espaço de Ideias e da marca URANIO.

LEONARDO CASTILHO é educador do Museu de Arte Moderna de São Paulo, modelo e performer. É idealizador da “Balada Vibração” :festas anuais que reúnem em torno de 1000 pessoas surdas de todo o Brasil. Participou da realização da I Semana Cultural Sinais na Arte, evento que envolveu todos os museus que têm acessibilidade ao público surdo, por meio de atividades de diversas linguagens artísticas.

PATRICIA SANT’ANNA é Dra em História da Arte, Ms em Antropologia Social. É pesquisadora-fundadora do Grupo de Estudos em Arte, Design e Moda (Unicamp) e estuda as relações entre as áreas de História da Arte, Design e Moda, Museologia (Textêis e Vestuário). Profissionalmente atua com Pesquisa de Tendências Criativas para Design de Moda, Design, Beleza, Jóias e Bijuterias. Atualmente é docente nos cursos de pós-graduação e graduação da Universidade Anhembi Morumbi e ESAMC (Campinas).

VERONICA STIGGER é escritora, professora e crítica de arte. Doutorou-se pela ECA USP, com tese sobre a relação entre arte, mito e rito na modernidade. Em seus pós-doutorados junto à Università degli Studi di Roma “La Sapienza” e ao MAC USP, estudou as experiências de Flávio de Carvalho e a série Amazonia de Maria Martins. É professora junto à Pós-Graduação em História da Arte da FAAP e colunista do programa Entrelinhas da TV Cultura. Como escritora, possui quatro livros publicados: O trágico e outras comédias (Coimbra: Angelus Novus, 2003; Rio de Janeiro: 7Letras, 2004), Gran Cabaret Demenzial (São Paulo: Cosac Naify, 2007), Os anões (São Paulo: Cosac Naify, 2010) e o infantil Dora e o sol (São Paulo: 34, 2010).

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: