Pular para o conteúdo

desfiles incríveis

janeiro 21, 2009

A sessão de Desfiles incríveis de hoje começou com um trabalho de 1992, acontecido num dos espaços da exposição Modos da Moda, curada pela Gláucia Amaral. Era uma intervenção-performance chamada “Como viver sem dor”, criada por um grupo de artistas e designers – Comevestíveis (Rochelle Costi, Nina Moraes e Neka Menna Barreto), Vertigo (Luciana Azanha), Polyester (Carlos Christofani), os Acessoristas (Rochelle Costi ) e Lucia Koch.
A conversa “Desfiles em estado de arte: wearable e outras derivas” contou com Lali Krotoszynski e Liana Bloisi, que reforçaram com o relato de seus trabalhos pessoais, alguns deslocamentos que colocam as apresentações de moda em diálogos mais efetivos com a arte. Karlla Girotto – ela que já teve seus trabalhos exibidos em duas edições do zz que discutiam a performance – foi presença especialmente escolhida para a mediação.
Os desfiles de estilistas escolhidos para dialogar com a apresentação dos artistas foram Gareth Pugh – primavera/verão 2007 / e Maison Martin Margiela primavera/verão 2009. O Pugh, é só clicar que dá pra assistir no youtube.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: